Sobrevivente de acidente na BR-262 teve perna amputada e segue internado na Santa Casa

O sobrevivente, de 45 anos, ao acidente na BR-262 entre Água Clara e Ribas do Rio Pardo, nessa terça-feira (22), teve uma das pernas amputadas e segue internado na Santa Casa da Capital. José Cosme Ramos dos Santos, de 33 anos, morreu na colisão. Junto ao motorista que faleceu, estava R.A.R (40), que sofreu algumas escoriações, e segue estável sob observação médica.

Segundo a assessoria de comunicação, o paciente deu entrada na unidade hospitalar por volta das 13h17 de terça (22), com amputação da perna esquerda. Ele foi avaliado pela equipe da cirurgia vascular e aguarda avaliação pela ortopedia para procedimento cirúrgico de urgência.

O homem está na enfermaria da unidade do trauma, consciente, orientado e estável no momento. O acidente ocorreu próximo ao posto de combustível Mutum, entre a carreta de fábrica e um caminhão boiadeiro. A cabine onde estava José ficou totalmente destruída com a batida. A suspeita é que o condutor do boiadeiro teria dormido enquanto atravessava a pista.

Rodovia liberada após 8 horas

Às 17h36 de terça-feira (22), foi totalmente liberado o trecho da Rodovia BR-262 entre Água Clara e Ribas do Rio Pardo, a aproximadamente 100 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), por conta do grave acidente a via foi totalmente interditada nesta tarde. Às 14h10 foi registrado congestionamento de cerca de 8 quilômetros, sendo 4 km para cada lado. Depois, as pistas foram parcialmente liberadas em sistema Pare/Siga.

Já no fim da tarde, a estrada foi totalmente liberada, após as carretas serem guinchadas. O acidente aconteceu após colisão frontal entre duas carretas e, depois, colisão traseira de uma terceira carreta.

Duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas para hospitais de Ribas do Rio Pardo e Água Clara.

Fonte: midiamax