Procurado pela Justiça de MS, homem é preso pela Polícia Civil em Alagoas

Na última terça-feira (22), a Polícia Civil deu cumprimento a mandado de prisão em desfavor de José Ismael Limoeiro dos Santos (34), suspeito de praticar o crime de homicídio qualificado.
Segundo informações extraídas do inquérito policial, no dia 11 de outubro de 2021, por volta de 21h, no conhecido “Bar do Mineiro”, Município de Ribas do Rio Pardo/Mato Grosso do Sul, José Ismael Limoeiro dos Santos, vulgo “Lagoa”, teria se envolvido em uma discussão com um outro cliente do bar. Muito nervoso, ele entrou em sua casa, que fica logo em frente ao estabelecimento, pegou uma faca e retornou ao local. Ele se aproximou de um homem de 47 anos que estava sentado e, sem dizer nada, começou a atacá-lo com facadas.
Contudo, o homem atacado seria o “alvo errado”. Conforme descrição da ocorrência, o suspeito, apelidado de “Lagoa”, na verdade havia discutido com um outro homem. O homem envolvido na discussão foi ao banheiro, momento em que a vítima sentou na mesma cadeira, sendo atacada com as facadas logo em seguida.
“Lagoa” fugiu enquanto a vítima deu entrada no hospital da cidade, escapando de eventual prisão em flagrante. A vítima sofreu vários ferimentos, inclusive na região do pescoço, que lhe levou a óbito.
A partir de então, o suspeito foi investigado por homicídio qualificado. O S.I.G. (Setor de Investigações Gerais) da Delegacia de Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo realizou intensas investigações há mais de 4 meses, contando com o apoio de diversos órgãos da segurança pública de MS, incluindo o DIP (Departamento de Inteligência Policial) e a Delegacia de Brasilândia.
Recentemente, depois do emprego de diversas técnicas investigativas e de inteligência, a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul conseguiu levantar que o suspeito teria fugido para a Cidade de Pilar, no Estado de Alagoas, local da residência de familiares.
Após a expedição de mandado de prisão preventiva pela justiça local (Ribas do Rio Pardo), a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul solicitou apoio da Polícia Civil de Alagoas, em especial à Delegacia de Pilar, informando os fatos e contando com diligências imprescindíveis da equipe desta última cidade, representada pelo Delegado Titular, para fins de captura do suspeito e consequente cumprimento do mandado judicial.
Depois de dias de investigações e diligências, a equipe da Delegacia de Polícia Civil de Pilar logrou êxito na captura do suspeito, que estava escondido em residência de familiares.
Com essa ação conjunta entre Polícias Civis de Mato Grosso do Sul e Alagoas, o inquérito policial deverá ser relatado e, nos próximos dias, o suspeito será prontamente recambiado a este Estado para fins de submissão imediata a julgamento perante o Tribunal do Júri.
Por fim, ressalte-se que a ação policial demonstra o excelente índice de resolução de homicídios no Estado de Mato Grosso do Sul, que, segundo dados oficialmente divulgados, é o primeiro do país no esclarecimento de delitos dolosos contra a vida.