POLÍCIA CIVIL RECUPERA APARELHO DE TELEFONE CELULAR ROUBADO DE TAXISTA

Policiais da SIG (Seção de Investigações Gerais) de Três Lagoas/MS, na manhã da última terça-feira (08/03), durante investigações acerca de um roubo de um aparelho celular, ocorrido dias antes, na Vila Haro, localizou o objeto e identificou o indivíduo que estava em sua posse.

O crime ocorreu na madrugada do dia 02/03/2022, no momento em que a vítima, um homem de 65 anos, que é taxista, durante seu horário de trabalho, foi solicitado para realizar uma corrida para uma pessoa do sexo feminino, da rodoviária local até o Bairro Guanabara. De acordo com a vítima, durante o trajeto, nas proximidades da Avenida Clodoaldo Garcia, a passageira solicitou que parasse o veículo, pois seu namorado a estava esperando, e iria descer.
Naquele instante, o motorista foi surpreendido por um indivíduo que anunciou o assalto.

Após o registro do boletim de ocorrência, uma equipe policial da SIG/TL iniciou as investigações, e durante as diligências, localizaram o aparelho em posse de uma mulher, de 66 anos de idade, moradora do Bairro Jardim Moçambique. Aos policiais, a suspeita relatou que havia adquirido tal aparelho há poucos dias, pelo valor de R$ 300,00 (trezentos reais) de um desconhecido que teria passado no seu bairro oferecendo tal objeto.

Em razão dos fatos, foi registrado o boletim de ocorrência pela prática do crime de receptação, em desfavor da mulher que estava em posse do telefone.

O aparelho celular recuperado pela SIG, avaliado em R$ 1.100,00 (um mil e cem reais), foi regularmente apreendido pela equipe policial, e devidamente restituído ao seu legítimo proprietário.

As investigações ainda continuarão, com o objetivo de esclarecer a autoria do crime de roubo do objeto.

A SIG de Três Lagoas/MS solicita o apoio e colaboração da população treslagoense para o combate a criminalidade, com informações sobre a autoria da prática de crimes e a localização de foragidos da Justiça. As denúncias poderão ser realizadas através dos telefones (67) 3929-1173 e (67) 99226-8210 (WhatsApp). O sigilo e anonimato são garantidos.