Pai e filho de 6 anos denunciam ser vítimas de racismo e agressão em supermercado de MS

A PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) foi acionada para atender uma ocorrência de injúria racial e agressão em um supermercado de Dourados, na Vila Industrial, na tarde desta quarta-feira (03). Uma família de estrangeiros teria sido vítima de racismo e agredida por outros clientes dentro do comércio.

Conforme uma das vítimas, um homem de 48 anos, ele estaria fazendo compras com sua família quando deixou o filho na fila do caixa, cuidando de um carinho de compras que imaginava ser o seu, e foi pesar as frutas.

Quando retornou a fila, seu filho de 06 anos de idade afirmou que havia sido agredido por uma mulher que disse que ele estava roubando o carrinho de compras dela. O pai da  disse que foi até a senhora para perguntar o que havia acontecido, e está afirmou que eles estavam roubando seu carrinho.

Durante uma discussão, a mulher que agrediu criança e seu marido chamaram o pai da criança de ‘preto’, em tom ofensivo, e o marido desferiu um soco no homem de 48 anos.

Uma testemunha procurou os policiais e afirmou ter visto o ocorrido, confirmando a versão da vítima e se prontificou a testemunhar. A PM localizou os autores no estacionamento do mercado, que foram até a Depac ( de Pronto Atendimento Comunitário Centro) em seu veículo próprio. No local foi emitido o B.O. e entregue juntamente com os autores a Polícia Civil.

Mulher negou agressão

Na delegacia, a autora procurou a PM e afirmou que não bateu na criança, todavia retirou a mão da criança do seu carrinho. E disse que fez isso pois já havia ocorrido isto com ela, de roubarem seu carinho ‘Por esse tipo de pessoa’, se referindo a pessoas estrangeiras.