MS registra 1º caso suspeito de varíola dos macacos

A SES (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) registrou o 1º caso suspeito de Monkeypox (doença conhecida como varíola dos macacos) em Corumbá, distante 428 quilômetros de Campo Grande. Trata-se de um adolescente, de 16 anos, morador de Porto Quijarro, na Bolívia. O jovem procurou atendimento médico no município corumbaense, onde está internado e isolado.

O adolescente esteve no dia 26 de abril, em Santa Cruz de La Sierra, onde passou por uma consulta com médico neurologista. O paciente fez uso do medicamento carbamazepina e, desde então, relata que após quatro dias da troca de marca do remédio, começou a perceber lesões avermelhadas pelo corpo, se espalhando pela boca e pela região genital. Outras lesões inflamadas foram detectadas no couro cabeludo e tórax, além de febre (38,5ºC), ínguas na cervical axilas e virilha.

 Continua após publicidade

BECELLI CASA DE CARNES
Rua: Bom Jesus da Lapa, 4079, vila Alegre (esquina com Alba Cândida Pereira)
Fone (67) 99658-6422

O paciente chegou e Corumbá no dia 29 de maio e passou por atendimento no pronto-socorro ficando em isolamento. No dia 30 de maio, foi encaminhado e internado na Santa Casa da cidade. Segundo a mãe do adolescente, a família não teve contato com ninguém com sintomas semelhantes, quando foram ao hospital de Santa Cruz de La Sierra. Mas foi neste mesmo dia que o paciente começou a apresentar manchas avermelhadas pelo corpo, havendo rupturas de lesões na região peniana, mãos e pés.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, foram solicitados diversos exames para prosseguimento à investigação do caso. É fundamental a realização de investigação clínica no intuito de descartar as doenças que se enquadram como diagnóstico diferencial. Como medidas de prevenção à doença, o Ministério da Saúde e a SES recomendam uso de máscara facial e lavagem das mãos.

Fonte: Campo Grande News