Idoso se imuniza com 4ª dose da vacina contra Covid após perder parente negacionista

Após perder o sobrinho, que era contra a vacinação, para a Covid-19, José Ojeda, de 89 anos, decidiu acompanhar o calendário de imunização de forma assídua e, nesta quarta-feira (9), no primeiro dia de imunização da 4ª dose contra Covid, marcou presença na Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Paradiso, em Campo Grande.

“As pessoas ficam deixando para depois e pode acabar, temos que tomar vacina o quanto antes. Eu vi na televisão que era acima de 85 anos e em agosto eu faço 90, então já vim”, afirmou o idoso.

José contou ao g1MS que vê a vacinação como a única saída para a doença, pois as pessoas que tomam vacina podem sim pegar , mas de uma forma mais leve. “Eu estou vendo que aquele que é contra a vacina tá morrendo primeiro, diferente de quem toma”.

 

Ainda na fila de imunização, José relembrou os parentes que perdeu por negacionismo.

“Eu tinha um sobrinho, estudante de medicina, que não acreditava na vacina e acabou pegando a doença, ele morreu no começo deste mês [fevereiro]”, lamentou.

 

Vacinação

 

Quarta dose

  • Pessoas com 85 anos ou mais que tomaram a 3ª dose até 10 de outubro;
  • Pessoas com alto grau de imunossupressão acima de 18 anos que tenham tomado a terceira dose até o dia 8 de outubro.

 

Terceira dose

  • Pessoas com 18 anos ou mais que tomou a 2ª dose até 10 de outubro;
  • Pessoas com alto grau de imunossupressão com 18 anos ou mais;
  • Quem tomou a 2ª dose há 28 dias

 

Reforço Janssen

  • Pessoas que tomaram a primeira dose até 10 de outubro.

 

Segunda dose

  • Pessoas que tomaram a 1ª dose de AstraZeneca até 9 de dezembro;
  • Pessoas que tomaram a 1ª dose de Pfizer até 17 de janeiro;
  • Pessoas que tomaram a 1ª dose de CoronaVac até 16 de janeiro.

 

Primeira dose

Qualquer pessoa acima de 12 anos pode procurar um dos pontos de imunização para tomar a primeira dose e garantir o início do ciclo de imunização contra a Covid-19.

(*) G1 MS