Idoso recupera valor de 10 mil, após equipe da SIG desarticular esquema de estelionatários

A Policia Civil, por meio da Delegacia Regional de Polícia de Três Lagoas/MS, através da SIG (Seção de Investigações Gerais) e do NRI (Núcleo Regional de Inteligência), desarticulou neste final de semana, um esquema articulado por dois indivíduos de Três Lagoas/MS que aplicaram um golpe em um homem, de 61 anos de idade, morador da cidade de Maceió/AL.

Na última quinta-feira, a SIG foi informada por policiais da 2ª Delegacia de Polícia, sobre uma mulher, a qual estaria numa agência bancária, tentando sacar certa quantia em dinheiro, depositada em sua conta, e de origem suspeita.

Imediatamente, uma equipe de investigadores deslocou-se até lá, e identificou a suspeita, de 19 anos de idade. Em entrevista, ela acabou relatando que estava na agência bancária para sacar a quantia referente a dois depósitos, efetuados em sua conta corrente, e que em seguida entregaria o montante a um terceiro envolvido, sendo que ela ficaria com 15% desse valor. Ela foi conduzida a sede da SIG, onde formalmente ouvida em declarações, confirmou as informações e ainda alegou que não tinha conhecimento da origem e das circunstâncias dos depósitos do dinheiro, mas que sabia que era produto de um golpe, e que tinha sido convidada a participar do esquema criminoso por outro morador de Três Lagoas/MS

Na continuidade das diligências, já na sexta-feira, equipes da SIG e do Núcleo Regional de Inteligência, identificaram o tal homem, de 29 anos de idade, e morador do Jardim Primaveril. Na sede da SIG, ele também confessou a participação na ação fraudulenta, afirmando que tudo foi articulado por indivíduos que conhece do Estado de São Paulo, e que ele ficou incumbido justamente de aliciar a pessoa a qual utilizaria sua conta corrente para os depósitos produtos do golpe, e que para tanto receberia metade do valor recebido pela sua comparsa desta cidade..

Os depósitos bancários, totalizando o valor de aproximadamente R$ 10.000,00 (dez mil reais), foram bloqueados e restituídos a vítima pela própria agência bancária.

As investigações continuarão para identificar outros suspeitos envolvidos, moradores em outros Estados da Federação, e a depender da conclusão do inquérito policial poderão responder pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa.

A SIG/TL (Seção de Investigações Gerais de Três Lagoas/MS) solicita a colaboração e apoio de toda população trêslagoense, com informações sobre a prática de crimes e localização de indivíduos foragidos da Justiça, sendo que as denúncias poderão ser realizadas através dos telefones (67) 3929-1173 ou (67) 99226-8210 (WhatsApp). O sigilo e anonimato são assegurados.

continua após publicidade