Homens invadem Unei, imobilizam agentes e fuzilam adolescente em MS

Um adolescente, de 17 anos, foi morto a tiros de fuzil nesta terça-feira (30) após ser retirado à força da Unidade Educacional de Internação (Unei) Mita, em Ponta Porã, cidade que fica na linha de fronteira entre Brasil e Paraguai.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu durante a madrugada, quando o adolescente foi resgatado por pelo menos seis homens de dentro da unidade, que imobilizaram os agentes da Unei com uma fita preta, a mesma que foi usada para amarrar a vítima.

O rapaz foi encontrado morto, com o rosto desfigurado após os tiros de fuzil desferidos contra ele, distante aproximadamente 3,7 km da unidade socioeducativa. No dia 19 de novembro, o adolescente foi apreendido por policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) na BR-463 quando seguia como garupa de uma motocicleta.

Quando detido, o jovem disse que havia sido contratado para levar o armamento até um posto de gasolina e que iria receber R$ 500 pelo serviço. O armamento foi avaliado em R$ 65 mil.

(*) G1 MATO GROSSO DO SUL