Homens invadem Receita Federal na fronteira com o Paraguai, trocam tiros com seguranças e um morre baleado

Um homem, de 53 anos, morreu após invadir a Inspetoria da Receita Federal, em Ponta Porã (MS), na fronteira do Brasil com o Paraguai, na noite de segunda-feira (28). Edilson Francisco da Costa junto a um parceiro, trocaram tiros com seguranças do local. O homem identificado foi baleado quatro vezes e morreu no pátio do órgão público.

Para a polícia, os seguranças disseram que dispararam em legítima defesa, pois ao avistarem os homens dentro da Receita Federal foram recebidos com disparos de arma de fogo.

De acordo com o registro policial, por volta das 20h de segunda-feira, dois homens invadiram a Inspetoria da Receita Federal, localizada na avenida Internacional, 860, centro de Ponta Porã. Os suspeitos estavam armados com duas pistolas e portando munições. Ao verem os seguranças do local, começaram a atirar contra eles.

“Estávamos em rondas próximo ao portão de entrada da Receita da Avenida Internacional, instante em que percebemos a presença de dois indivíduos. Quando da ordem de parada fomos surpreendidos por disparos de fogo em nossa direção, assim revidamos os disparos”, disse um dos vigilantes à polícia.

Durante a troca de tiros, um dos suspeitos foi baleado quatro vezes, no rosto, no tórax e em uma das pernas.

O homem chegou a ser socorrido com vida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Regional. No entanto, morreu na manhã desta quarta-feira (1º). O segundo suspeito fugiu do local e continua foragido.

O caso foi registrado como Tentativa de Homicídio e Roubo na Forma Tentada e segue em investigação.