Homem faz comunicação falsa em ter sido refém em Casa Noturna de Três Lagoas

Na manha desta quarta feira (9), chegou ao conhecimento do Setor de investigação (S.I.G) através do gerente de uma empresa de engenharia, onde um de seus funcionários identificado como R.S.B(30), estaria sendo mantido refém em uma casa noturna, mediante ameaça e sob a exigência de um valor aproximado de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para a sua liberação.

Diante disso, ocorreu o deslocamento de duas equipes do SIG composta 9 policias civis, por voltas das 07:30hrs da manhã em regime de urgência. No entanto, ao chegarem no local informado foi verificado que na realidade se tratava de uma desavença comercial, onde o autor R.S.B teria utilizado serviços e objetos fornecidos pela casa noturna a noite inteira, entretanto não teria dinheiro para pagar por eles.

Diante de tais fatos, R.S.B foi conduzido até ao Setor de Investigações na presença da autoridade policial para que as medidas de praxe fossem realizadas. Nada mais.