Governo de MS libera máscara até em lugar fechado

O governo de Mato Grosso do Sul publicará decreto amanhã (10) liberando o uso de máscara em Mato Grosso do Sul, inclusive, em lugares fechados.  O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, justificou a decisão por conta da queda vertiginosa no número de mortes e internações por covid-19.

“Depois de uma longa avaliação, resolvemos tomar a decisão de liberação do uso de máscaras em lugares fechados”, informou o secretário de Infraestrutura e presidente do Programa Prosseguir, Eduardo Riedel, após reunião do grupo nesta quarta-feira (9).

“Amanhã de manhã publicamos o decreto liberando o uso de máscara e recomendando em casos necessários”, informou o secretário de Governo, Eduardo Rocha.

Ainda segundo o secretário de Saúde, a alguns grupos, porém, se mantém a recomendação de uso de máscaras. “Essa recomendação é uma indicação para essas pessoas que estão mais propensas a serem contaminadas e correm risco de contraírem a doença numa forma grave se não usarem máscara”, afirmou ao Campo Grande News.

Além disso, explicou que a realidade continuará sendo monitorada pelo Governo do Estado. “Precisamos nos manter atentos a algumas situações que precisamos superar ainda, como a baixa adesão da população à dose de reforço e a imunização da população infantil, que ainda está em cerca de 50%”, finalizou o secretário.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), marcou uma reunião para está tarde, também sobre o assunto, mas até este momento, não anunciou que definiu sobre o fim da obrigatoriedade.

A liberação das máscaras era estudada desde o final de 2021 pela gestão municipal. Mas, com a chegada e o avanço da variante Ômicron e o surto de gripe, a prefeitura decidiu manter a regra.

Mato Grosso do Sul não é o primeiro a flexibilizar o uso do item de proteção individual. Em Macapá e Belo Horizonte, as máscaras deixaram de ser obrigatórias em ambientes abertos nesta semana.

No Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes (PSD) foi além e liberou o uso também em lugares fechados. Em São Paulo, o governador João Dória (PSDB) decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre em todo o estado a partir de hoje.

De acordo com dados do Boletim Epidemiológico do governo de Mato Grosso do Sul, a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com pacientes confirmados para covid na microrregião de Campo Grande está em 17%. Em momentos de pico da pandemia, o índice chegou a 100%.

Segundo o Vacinômetro, plataforma digital da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), 79,15% da população de Campo Grande recebeu a primeira dose da vacina. Em relação à segunda dose, 73,09% foram vacinados na Capital.

(*) Matéria editada às 18:39 para acréscimo de informação.

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS