Governador leva R$ 81 mi em investimentos a Maracaju e Três Lagoas nesta sexta-feira

 

Nesta sexta-feira (10), o governador Reinaldo Azambuja cumprirá agenda de trabalho nas cidades de Maracaju e Três Lagoas com lançamentos e inaugurações de obras que somam R$ 81,5 milhões.

O primeiro compromisso do dia será às 8h na Câmara de Vereadores de Maracaju, onde Reinaldo Azambuja assina repasse de R$ 1,2 milhão para o Fundo Municipal de Saúde, libera R$ 300 mil para o Hospital Soriano Corrêa da Silva e detalha os repasses estaduais para a Caravana da Saúde em Maracaju, que nesta etapa é realizada nas modalidades Opera MS e Exame MS.

Também na Câmara de Vereadores, a partir das 8h30, o governador libera recursos para o curso de Agronomia da UEMS de Maracaju: R$ 475,1 mil em bolsas para professores que vão dar aulas, R$ 600 mil para a contratação do SENAI por três anos para realização de aulas laboratoriais e R$ 600 mil para apoio em despesas de alimentação, combustível e hospedagens por seis anos.

 

À tarde, Reinaldo Azambuja estará em Três Lagoas. A partir das 15h30, ele inaugura a obra de execução de infraestrutura urbana no acesso ao Hospital Regional (R$ 4,6 milhões). Depois, na Estação de Tratamento de Esgoto Jupiá, o governador entrega a obra de ampliação do local (R$ 40,2 milhões) e autoriza início das obras de construção de dois reservatórios (R$ 4,4 milhões), de perfuração de dois poços profundo (R$ 732 mil) e de substituição de rede de distribuição de água (R$ 554,8 mil). Ele também autoriza abertura de licitação para obra de melhorias no sistema
de abastecimento de água de Três Lagoas (R$ 1,9 milhão).

Ao encerrar a agenda de tralho do dia, Reinaldo Azambuja participa da inauguração da obra da Nova Feira Central do município, na Rua Custódio Andrews, 914. Na feira, o governador autoriza a instalação de três arenas esportivas “ MS Bom de Bola” em Três Lagoas (R$ 1,2 milhão), formaliza convênio para construção do Camelódromo (R$ 10,2 milhões) e libera a elaboração de convênio para obra na Avenida Custódio Andrews (R$ 15 milhões, sendo R$ 8 milhões do Estado e R$ 7 milhões da prefeitura).

(*) ARAPÚA NEWS