Ex-marido e comparsa estupraram mulher antes de matá-la em construção

Dois homens foram presos apontados como os principais suspeitos de estuprar e matar Suana Albuquerque Corrêa da Silva, de 40 anos, na madrugada desta quinta-feira (7), em Três Lagoas, a 327 quilômetros de Campo Grande. Um dos suspeitos é o ex-marido da vítima. Ele não teve o nome revelado pela polícia.

O corpo de Suana Albuquerque foi encontrado na manhã de ontem, em uma construção abandonada no Jardim Flamboyant, com marcas de violência sexual. Conforme a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), exame constatou que ela foi morta por asfixia.

Continua após publicidade

Fabiano Multas, na defesa do seu direito de dirigir 🚙
📲(67)99337-7735 ou (67)99866-9338
📩[email protected]

A polícia então começou as investigações e depois de diligências, obteve informações que a vítima estava fazendo uso de drogas com Edinaldo Aparecido Martins, de 39 anos, durante a madrugada. Em determinado momento, Edinaldo e Suana saíram, entrando em na construção abandonada. Algum tempo depois, as testemunhas ouviram gritos e pedidos de socorro.

Edinaldo foi preso por estupro e feminicídio.

Diante dessa informação, as equipes começaram as buscas e encontraram Edinaldo próximo ao local do crime. O suspeito confessou que esteve com a vítima, mas negou o crime, indicando outro homem, de 25 anos, ex-marido de Suana, como sendo o autor do estupro e feminicídio.

O ex-marido também foi localizado pelos policiais próximo ao local do fato. Apesar de tentar responsabilizá-lo pelo crime, Edinaldo foi visto na construção e também estava com o celular da vítima. Ele – que responderá também por furto – e o ex-marido de Suana foram presos em flagrante por estupro e feminicídio. A motivação é apurada.

Outro crime – Além disso, o local do feminicídio era próximo de onde ocorreu uma tentativa de estupro no domingo passado, dia 3 de março. Diante disso, a vítima foi chamada e reconheceu o ex-marido de Suana como autor do crime.

Fonte: Campo Grande News