Estelionatárias são presas pela Polícia Civil em Três Lagoas

Duas mulheres foram presas em flagrante, pela Polícia Civil, em Três Lagoas, por estelionato e associação criminosa. A prisão foi feita por uma equipe de investigação da 2ª DP da cidade, na última terça-feira, 05/10.

As criminosas foram presas em frente à agência bancária do Banco do Brasil, localizada no bairro Jardim Alvorada. Os policiais civis flagraram o momento em que estelionatárias recebiam dinheiro de um golpe que tinham acabado de praticar contra uma vítima residente em Rio Novo-MG.

O grupo criminoso não contava com a ação rápida da equipe de policiais civis de Três Lagoas-MS, que conseguiram recuperar os valores no momento em que as investigadas deixavam a agência.

Foram presas A.T.S.L., 27 anos e N.A.P.S., 23 anos. Com elas foi apreendida a quantia de R$ 4 mil, parte dos R$ 6.200,00 que a vítima tinha depositado, acreditando ser pagamento da moto que teria comprado.

Ao perceber que tinha caído em um golpe a vítima tentou bloquear os valores na agência bancária, no entanto, as estelionatárias já tinham conseguido sacar o dinheiro, que foi apreendido e será restituído à real proprietária.

Segundo informações preliminares as investigadas fariam parte do núcleo responsável por cooptar pessoas que forneciam contas correntes para depósitos dos valores provenientes dos crimes. Os golpes eram aplicados em diversos estados da Federação.

A associação criminosa aplicava golpes de venda de veículos pelo OLX e golpes de falsos procedimentos cirúrgicos em que familiares de pacientes hospitalizados depositavam aos criminosos altas quantias em dinheiro.

Os policiais apuraram ainda, que as suspeitas são investigadas em alguns boletins de ocorrência de estelionatos registrados no estado de SP e DF. Elas foram autuadas em flagrante e conduzidas ao presídio feminino local.

As investigações continuam para identificação e prisão dos demais envolvidos.

Denúncias para a 2ª DP de Três Lagoas podem ser feitas pelos números: (67) 3929-1173, (67) 3521-4984 ou (67) 99226-8210 (WhatsApp).

(*) POLICIA MILITAR