Empresário morre alvejado por policial na saída de boate em cidade do interior de MS

O empresário Douglas Souza, de 29 anos, morreu após ser alvejado por diversos disparos feitos pelo policial militar Waldiner Borges da Conceição, na saída de uma boate, nessa quarta-feira (22), em Maracaju (MS) – a 156 km de Campo Grande – .

A informação do homicídio chegou à polícia só depois que uma testemunha parou uma viatura, que estava em diligência, e informou sobre o caso. Já no local, os policiais encontraram a vítima fatal caída na calçada com uma arma sobre o peito, em frente à conveniência que era proprietário

Também no local, o policial militar armado, autor do crime, ficou à espera da guarnição. De acordo com o depoimento do suspeito, ele estava saindo da boate, quando três outros homens tentaram cercá-lo. Neste momento, a vítima fatal teria retirado uma arma da região da cintura e apontada na direção do policial militar.

Com a arma frente a frente, o suspeito sacou a arma e efetuou inúmeros disparos contra a vítima, que morreu no local. A Polícia Civil apura as circunstâncias do crime e a quantidade de tiros feitos contra o empresário.

Todas as armas foram recolhidas do local e levadas para perícia técnica. Além de viaturas da Polícia Civil, carros do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Polícia Militar participaram da ação, que chamou a atenção da população.

Para preservar a cena do crime, o quarteirão do empreendimento foi fechado. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso segue em investigação pela Polícia Civil de Maracaju

(*) G1 MATO GROSSO DO SUL