Coronavírus: Governo de MS prepara regras para fim do uso de máscara em lugares fechados

Mato Grosso do Sul, após queda no número de casos de covid, está elaborando um documento com recomendações a serem encaminhadas ao Comitê do Prosseguir (Programa de Segurança da Economia e da Saúde), entre elas a flexibilização do uso de máscaras, agora em locais fechados.

Segundo o titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende, as medidas serão discutidas durante reunião e anunciadas para a população nos próximos dias.

“Estamos tomando algumas medidas e elaborando um documento para encaminhar ao Comitê do Prosseguir. São recomendações que entendemos que, neste momento, são válidas. Alguns estados, por exemplo, acham precoce a retirada de máscaras, enquanto outros já tomaram decisões. Nós já abolimos em locais abertos e agora discutimos as medidas em locais fechados”, afirmou o secretário.

Conforme Resende, os critérios a serem discutidos são baseados em orientações científicas e com base na queda dos casos de covid em Mato Grosso do Sul. “Vamos discutir os dados, em especial os últimos 7 dias, além do número de hospitalizações. Após estudar tudo isso, vamos tomar a decisão e, certamente, divulgar para a população”, finalizou.

Vacinação contra covid. Foto: Divulgação

MS caminha para tratar doença como endemia

Mato Grosso do Sul atingiu mais de 90% da meta vacinável, na última semana de fevereiro deste ano e caminha para tratar a Covid-19 como uma doença endêmica, algo que inclusive já é discutido em outros estados brasileiros e países do exterior. Atualmente, o novo coronavírus é considerado uma pandemia, quando a doença é encontrada em mais de um continente, com transmissão comunitária.

“Nós tivemos a meta atingida e estamos discutindo com diversos gestores. Neste momento, temos especialistas apontando que doença deixará de ser pandêmica para endêmica, assim como é a influenza e outras doenças virais. Desta forma, a covid vai estar dentro do calendário de vacinas, como algo regular”, explicou Resende.