Carro é metralhado, e paraguaio é executado com 26 tiros em frente a bar na fronteira: ‘acerto de contas’

Rody Ariel Giménez Alvarenga, de 30 anos, foi executado com, ao menos, 26 tiros, em frente a um bar, em Pedro Juan Caballero (PY), cidade vizinha à Ponta Porã (MS). O atentado ocorreu, nesse sábado (8), enquanto a vítima estava dentro de um carro de passeio, que foi completamente alvejado por tiros de metralhadora.

Conforme as informações do boletim de ocorrência confeccionado pela polícia do Paraguai, Rody foi alvejado enquanto saía do bar. Testemunhas disseram que a vítima estava acompanhada da namorada, que fugiu do local.

O caso é investigado pela Polícia do Paraguai. Segundo as primeiras apurações do Ministério Público do Paraguai, Rody ostentava vida luxuosa nas redes sociais e a morte tem a ver com um possível “acerto de contas”.

“Aquele sujeito [Rody] ostentava uma vida bem luxuosa nas redes sociais, ele tinha relacionamento e atuava com o narcotráfico no Paraguai. Bem provável que a morte dele seja um acerto de contas de uma facção rival a dele”, detalha fonte do MP do Paraguai, que será mantida em sigilo por motivos de segurança.

(*) G1 MATO GROSSO DO SUL