CAPITAL: Fonoaudiólogo vira réu por estupro de criança de 8 anos; investigações seguem

O fonoaudiólogo Wilson Nonato Rabelo Sobrinho virou réu por estupro de vulnerável. De cinco inquéritos encerrados pela Polícia Civil, ao menos um já foi denunciado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul à Justiça Estadual, que recebeu a denúncia.

O caso pelo qual ele já é réu é referente ao que originou sua prisão em flagrante no dia 9 de março. A mãe de menino de 8 anos, que era atendido pelo fonoaudiólogo, armou sessão antecipada e pediu para que o filho saísse correndo da sala de atendimento caso o réu começasse a abusá-lo.

A criança fugiu da sala e a polícia foi chamada no mesmo momento. Desde então, Wilson está preso e carrega nas costas cinco acusações de estupro de vulnerável. Conforme o delegado Marcelo Damaceno, foram confirmados crimes contra cinco meninos entre 3 e 8 anos de idade.

A Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) ainda ouve as famílias de mais possíveis vítimas, e não descarta abertura de novos inquéritos contra o fonoaudiólogo, mas segundo Damaceno, isso depende de haver, diante de relato da própria criança aos pais, de que tenha havido violência. “Até agora, houve confirmação apenas desses cinco”, informa o delegado.

Fonte: Campo Grande News