Avião apreendido em Itaquirai levava mais de 400 quilos de pasta base de cocaína

Um piloto de 28 anos morador em Tocantins foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e armas. Ele foi preso depois de fazer um pouso forçado na manhã de ontem em uma propriedade rural de Itaquirai. Depois de abandonar a aeronave Beech Aircraft Bonanza prefixo PP-BAR ele se embrenhou em uma mata, mas foi preso por homens da Força Tática da Polícia Militar.

No avião os militares encontraram 40 fardos de pasta base de cocaína que pesaram ao todo 417 quilos e 900 gramas do entorpecente, 3 fuzis AK 47 e cerca de 300 munições de diversos calibres. A aeronave foi removida do local e as investigações estão sendo feitas Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO).

O piloto disse que o avião apresentou problemas e ele teve que fazer o pouso forçado

O avião

A aeronave Bonanza PP-BAR fabricada em 1979, avaliado em cerca de R$ 1.500 mi, está cadastrada em nome de empresa de Assessoria Aeronáutica tendo uma pessoa física como operadora. Proibida de atuar como táxi aéreo, a aeronave está em situação normal de operação e documentação com validade até março de 2023.

Fonte: MS em foco

continua após publicidade

BECELLI CASA DE CARNES
Rua: Bom Jesus da Lapa, 4079, vila Alegre (esquina com Alba Cândida Pereira)
Fone (67) 99658-6422