“Atirei na cabeça dela”: homem matou ex e sobrinha alegando traição

“Atirei na cabeça dela, já está morta”, disse José Barbosa dos Santos, 44 anos, preso em flagrante por matar a ex-mulher, Crislaine Célia Martins e a sobrinha dela, Mariane Cristina Martins Fonseca. O crime aconteceu na tarde de ontem (6), no Conjunto Habitacional Novo Oeste, no Residencial Ema, em Três Lagoas, distante 327 quilômetros de Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência de disparo de arma de fogo e quando chegou ao local encontrou José na entrada do apartamento. Ele estava sentado numa cadeira no bloco P com a arma encostada contra a própria cabeça dizendo que tinha atirado na ex-esposa, porque a mulher havia o traído.

Confessou também ter matado a sobrinha que tinha sido cúmplice da traição. Os policiais, então, mandaram José soltar a arma para uma equipe entrar no apartamento e socorrer a mulher. Momento em que o assassino disse: “Já está morta. Atirei na cabeça dela”. José contou ainda que a outra vítima, a sobrinha, Mariane, estava morta no outro apartamento.

A todo o momento ele mantinha a arma apontada para a própria cabeça  e chegou a ligar para o irmão se despedindo. Na sequência, acionou o gatilho ao menos duas vezes, mas a arma falhou. Quando ele afastou o revólver na tentativa de verificar o motivo da falha, a equipe disparou na mão de José. O revólver caiu no chão e os policiais conseguiram imobilizá-lo. O óbito das vítimas foram atestados pelo Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Crislaine foi assassinada com dois tiros na cabeça. Há 20 metros de onde José matou a ex-esposa, foi encontrado o corpo de Mariane. Ele ainda, conforme a polícia, tentou assassinar outras duas mulheres, mas as vítimas conseguiram fugir. José foi preso em flagrante e vai passar por audiência de custódia na Justiça nesta manhã.