Ataque hacker ao Ministério da Saúde em MS não afeta vacinação, avisa Sesau

Depois do ataque hacker ao sistema do Ministério da Saúde, surgiram dúvidas sobre como pode acontecer a campanha de imunização nesta sexta-feira (10). Por enquanto, a Prefeitura de Campo Grande ainda avalia o impacto e até fez uma manutenção preventiva, mas a informação é de que o calendário de vacinação do dia está mantido. 

O sistema do Ministério da Saúde sofreu um ataque nesta madrugada e dados sobre a vacinação contra covid no país podem ter sido excluídos. Além disso, com os sistemas do Ministério fora do ar, pontos de vacinação podem não conseguir registrar as doses que serão aplicadas nesta sexta (10).

Mesmo assim, o calendário de vacinação foi mantido em Campo Grande. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que, com o sistema do Ministério da Saúde fora do ar, os impactos ainda são avaliados.

Por enquanto, a vacinação continua mantida para o período da tarde e, em caso de alteração, a secretaria fará o comunicado. A princípio, a orientação para os profissionais de saúde que aplicam a vacina é, em caso de sistema fora do ar, fazer o registro manual e depois fazer o lançamento dos dados.

Ataque hacker

O site e aplicativo do ConecteSUS e do Ministério da Saúde foram hackeados na madrugada desta sexta-feira (10). O ataque derrubou os servidores, impedindo que usuários consigam acessar seus dados ou até mesmo baixar seu comprovante de vacinação contra a covid-19.

O ataque foi assumido por um grupo chamado de ‘Lapsus$’. Nas duas páginas, os invasores escreveram que o portal sofreu um ataque “ransomware” e que “50 TB de dados foram copiados e excluídos”. Algumas horas depois, a mensagem foi excluída, mas as páginas seguem inacessíveis. Até o momento, o Governo Federal ou Ministério da Saúde ainda não se posicionaram sobre o ataque.

Manutenção para proteger dados

Os sites da Prefeitura de Campo Grande estão instáveis na manhã desta sexta-feira (10). Quem tentou acessar algum serviço da Prefeitura no site, como o cadastro para vacinação, o Fala Campo Grande ou até mesmo a lista com as vagas de emprego da Funsat (Fundação Social do Trabalho) não conseguiu, já que o sistema está em manutenção.

Em nota, a Agetec explicou que a Prefeitura realiza uma manutenção preventiva em portais e sites municipais nesta manhã. A manutenção foi motivada pela invasão dos sistemas do Ministério da Saúde nesta madrugada, o que ocasionou a evasão de dados e parada dos sistemas do Governo Federal. A Prefeitura garante que não perdeu dados, trata-se apenas de prevenção.

(*) MIDIAMAX