Após espancar enteados, homem é linchado por moradores e tem casa incendiada

Homem identificado como Lucas Araújo foi linchado por moradores do Portal Caiobá, em Campo Grande, depois de espancar os cinco enteados na noite desta terça-feira (11). Lucas e a mãe das crianças fugiram do local dos fatos. A casa da família foi incendiada durante a confusão.

Os moradores conversaram com o Campo Grande News na manhã desta quarta-feira (12), mas pediram para não terem os nomes divulgados, por medo. Conforme as testemunhas, a família mora na casa da Rua Astúrio Luis Braga há 18 anos. “São cinco crianças, a mãe e o padrasto, mas as crianças ficam sozinhas praticamente o dia todo, até dormem sozinhas”, conta uma vizinha. “Os moradores que ajudam as crianças, de 3 a 15 anos, jantam e dormem na casa de vizinhos”, afirma.

 

Na noite de ontem, por volta das 18h30, uma briga e gritos chamaram a atenção dos moradores. “Gritos dele [padrasto] e das crianças”, lembra. Em determinado momento, o menino de 15 anos saiu correndo para a rua, pedindo socorro. “Deu paulada no menino, saía sangue e ele reclamava de dor na costela. Chegou a dar um soco na menina de 13”.

 

O padrasto seguiu o adolescente e no meio da rua, o homem ameaçou moradores que tentavam ajudar. “Aí, o pessoal bateu nele, juntou umas 80 pessoas, quebraram o carro dele, mas conseguiu fugir e atropelou a própria esposa [mãe das crianças]”, diz outra moradora.

 

Durante a confusão, a mãe das crianças chamou um motorista de aplicativo para tentar fugir do local. “Mandaram o Uber embora e ela saiu daqui a pé”, relatou uma testemunha. Neste intervalo, a casa da família acabou pegando fogo e não há informações de como as chamas começaram. O fogo foi controlado pelos bombeiros e a residência ficou destruída.

Abandonadas – Os vizinhos contaram para a reportagem que a família mora há 18 anos na casa, mas há muitos anos, as crianças ficam sozinhas. “Os moradores ajudam com comida e água. Na casa, só tem um quarto com colchão, porque ela [mãe] levou tudo embora. Abandonou as crianças”, conta uma vizinha. O Conselho Tutelar já foi até o local, mas a mãe alega que trabalha. O casal é procurado pela polícia.

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS