Após 8 meses de abusos, funcionárias de cinema denunciam colega por assédio

Depois de quase oito meses vítimas de constantes assédios sexuais por um colega de trabalho, duas mulheres, de 19 e 22 anos, procuraram a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), na noite desta segunda-feira (11). Todos são funcionários do cinema UCI, que funciona no Shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande.

Conforme as informações das mulheres, desde agosto de 2021, elas têm sido vítimas de constantes assédios sexuais no local de trabalho, principalmente dentro das salas de cinema, que não possuem câmeras de segurança. Além de xingar as mulheres de “vagabundas, putas e vadias”, conforme o relato, o homem bate na bunda delas, pega nas pernas, barriga (inclusive, por baixo das roupas), as encoxando com abraços maliciosos.

Continua após publicidade

Com a nossa conexão você sempre estará on-line.
Assine, aproveite, viva uma conexão melhor todos os dias!

Além disso, o colega costuma fazer comentários sobre o tamanho dos seios e bunda das vítimas, principalmente quando elas ainda estão sem o uniforme, utilizando roupa casual antes de começar o expediente.

As vítimas afirmaram ter contado sobre os assédios para os gerentes do cinema, um deles que já presenciou tais abusos, mas nada foi feito até o momento. Por isso, decidiram procurar a polícia nesta segunda-feira. O caso foi registrado como importunação sexual na Deam e será apurado.

A reportagem do Campo Grande News procurou a assessoria do cinema UCI e foi informada que a empresa dará um posicionamento sobre o caso.

Fonte: Campo Grande News