Acusado de assaltar motorista de aplicativo morre por overdose de remédios

Início da tarde desta quarta-feira (6), Vinícius Freitas Teixeira (29 anos) faleceu na Santa Casa de Andradina. Ele estava internado na UTI desde sábado (2), após ter ingerido um coquetel de remédios antidepressivos na penitenciária local.

O velório aconteceu nesta quinta-feira (07), das 7 às 11h, na Funerária Rosas de Saron.

Vinícius ficou conhecido na cidade após cometer dois roubos. O primeiro foi  roubar e agredir com barra de ferro o motorista de Uber, Célio, em 07 de novembro de 2021. Na ocasião, a vítima conseguiu escapar dos ataques e Vinícius fugiu com o carro GM Onix de Célio, um aparelho celular Xaomi e R$ 1.300 de outras corridas. O veículo de Célio foi encontrado batido no Rio Grande do Sul, onde familiares fizeram vaquinha para ele poder ir buscar o automóvel. E Vinícius foi preso no dia 22 de novembro na casa de parentes, após ser visto circulando pelo centro de Andradina.

Na ocasião, do roubo à Cèlio, Vinícius estava respondendo em liberdade ao roubo que praticou contra dois primos idosos, no dia 05 de outubro. Ele roubou dos primos de 68 e de 65 anos, residentes na Rua Rodrigues Alves, próximo do cruzamento com a rua Goiás, a quantia de R$ 1.800, após ameaçar com uma faca. O dinheiro foi devolvido aos proprietários e Vinícius encaminhado para Pereira Barreto, na audiência de custódia ele recebeu da Justiça o direito de responder ao processo em liberdade.

(*) Hojemais Andradina