Homem é linchado por andar com short de dormir em condomínio em Três Lagoas

Um homem de 41 anos ficou ferido após ser agredido por populares na noite desta quarta-feira (16) em Três Lagoas.

A Polícia Militar foi acionada via Copom por volta das 18h a se deslocar no Condomínio Pavão, Residencial Novo Oeste para averiguar uma ocorrência de lesão corporal onde diversas pessoas estariam linchando um homem utilizando paus e pedras.

No local,  uma equipe da Radiopatrulha com apoio da Força Tática e Getam se depararam com inúmeras pessoas exaltadas, gritando palavras de justiça, e vários jovens com paus e pedras saíram correndo após a presença policial.

De acordo com a Polícia Militar foi necessário a utilização de disparos de armamento menos que letal, calibre 12, munição de elastômero em direção as pessoas agressivas que tentavam impedir a aproximação da equipe policial até o apartamento em que se encontrava a vítima.

Ao ser indagado, o morador do condomínio informou que estava de repouso em seu apartamento, quando ouviu pessoas gritando, “pega, pega” e sua filha menor abriu o portão para avistar o que estava acontecendo, momento em que a vítima entrou correndo, completamente ensanguentado gritando por socorro.

Logo em seguida aproximadamente 20 pessoas estavam no quintal com paus e pedras agredindo a vítima, momento em que o dono do apartamento juntamente com vizinhos conseguiram escondê-lo e fecharam o portão do imóvel.

Os populares, porém continuavam a lançar pedras em direção ao apartamento, ocasionando vários danos no vidro blindex da porta da sala e quebrando a tela da televisão de 32 polegadas do morador.

Continua após a publicidade

Casa de Carnes Becelli
Rua Bom Jesus da Lapa, 4079 – Vila Alegre
Corram lá e garanta já a sua.
O Final de semana tá chegando.

 

COMO ACONTECEU

A vítima relatou que reside no Condomínio Pardal e durante o período da tarde foi ameaçado por dois moradores que se denominam serem os “palavras do bairro”.

Ainda segundo o homem, as ameaças de linchamento ocorreram pelo motivo de que ele se levanta de madrugada para ir trabalhar e possui o costume de dormir utilizando apenas short curto e foi visto no condomínio andando pela sacada.

Conforme o relato, os dois moradores juntamente com vários outros rapazes retornaram ao imóvel da vítima e iniciaram as agressões como forma de corretivo para que ele não caminhasse utilizando o short de dormir.

A vítima para se desvencilhar das pauladas e pedradas saiu correndo sentido ao condomínio vizinho para pedir por socorro, momento que percebeu que uma criança abriu o portão e rapidamente adentrou ao apartamento.

A equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada ao endereço e prestou os primeiros atendimentos para a vítima, que apresentava cortes na região posterior da cabeça, luxação no antebraço direito, escoriações nas mãos e diversos hematomas na face, bem como quebra de dentes.

As equipes policiais mantiveram a segurança do local para que a fosse atendido e encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para atendimentos médicos.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

fonte: Hojemais